CCT 2018 já foi homologada pelo Ministério do Trabalho. Aumento de 2,5% até R$ 3 mil

CCT 2018 já foi homologada pelo Ministério do Trabalho. Aumento de 2,5% até R$ 3 mil Costureiras e Alfaiates profissionais (aqueles que têm no mínimo dois anos de comprovação na CTPS) que ganhem o piso de R$ 1.135,68 terão o salário reajustado para R$ 1.164,07 retroativamente a partir de 1º de junho de 2018. O reajuste de 2,5% foi conquistado na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) deste ano para todos os empregados com salários até R$ 3 mil. Quem recebe mais do que isso tem garantido os 2,5% de reajuste até o valor de R$ 3...
Escrito por Imprensa SOAC 07 setembro, 2018
Leia mais

Viva 6 de setembro, Dia da Costureira e do Alfaiate!

Viva 6 de setembro, Dia da Costureira e do Alfaiate! As roupas são essenciais aos seres humanos e somos nós quem produzimos! Viva o 6 de setembro, Dia da Costureira e do Alfaiate do Rio de...
Escrito por Imprensa SOAC 06 setembro, 2018
Leia mais

Assembleia nesta 5ª feira, dia 9/8. Venha conhecer e decidir sobre a proposta de reajuste dos patrões

Assembleia nesta 5ª feira, dia 9/8. Venha conhecer e  decidir sobre a proposta de reajuste dos patrões Após muitas conversas e negociações, o sindicato patronal enfim apresentou uma contraproposta de aumento salarial para a categoria. As negociações visam a assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) de 2018. O Sindicato está convocando uma Assembleia Geral da categoria para esta 5ª feira, dia 9 de agosto, às 18h, na sede do SOAC, em São Cristóvão. Venha conhecer a proposta e decidir se devemos aceitar ou não o reajuste proposto...
Escrito por Imprensa SOAC 07 agosto, 2018
Leia mais

Patrões desrespeitam trabalhadores e atrasam CCT 2018

Patrões desrespeitam trabalhadores e atrasam CCT 2018 As empresas de confecção do Rio de Janeiro, através do seu sindicato patronal, decidiram desrespeitar seus empregados. Os patrões estão se negando a negociar com dignidade a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) deste ano e, consequentemente, não concedem, sequer, o reajuste dos salários pela inflação. Trata-se de uma indignidade, um desrespeito, a todos os trabalhadores, que eles da boca para fora tanto gostam de chamar de...
Escrito por Imprensa SOAC 25 julho, 2018
Leia mais

Assembleia define pauta de reivindicações para a Convenção Coletiva deste ano

Assembleia define pauta de reivindicações para a Convenção Coletiva deste ano Assembleia dos alfaiates, costureiras e trabalhadores em confecções em geral, realizada no dia 11 de abril último na sede do Sindicato, definiu a pauta de reivindicações que o SOAC entregará ao sindicato das empresas. Após encaminhar a pauta, começam as negociações. “Nossa data-base é 1º de junho e esperamos evoluir nas negociações até lá”, explica o companheiro Zé Baiano, presidente do nosso Sindicato. Mesmo com a inflação...
Escrito por Imprensa SOAC 16 abril, 2018
Leia mais

Quem somos

Este é o website oficial do Sindicato dos Oficiais Alfaiates, Costureiras e Trabalhadores nas Indústrias de Confecções de Roupas e de Chapéus de Senhoras dos Municípios do Rio de Janeiro, Duque de Caxias e Nova Iguaçu (SOAC). Somos a entidade de representação sindical dos trabalhadores em confecção, representando cerca de 50 mil empregados na base.
A data-base da categoria é 1º de junho e nossos direitos são regidos pelas leis federais, estaduais e municipais e pela Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) assinada entre nosso sindicato e o sindicato das empresas do setor.

Onde ficamos

SEDE

Rua Chaves Faria, 260/3º andar – São Cristóvão – Rio de Janeiro. CEP: 20.910-140. Telefax: (21) 2589-6430 / 2589-7621 e 3860-5110.

Horário de atendimento ao público: de 9h às 18h.

SUBSEDES

Duque de Caxias:
Av. Plínio Casado, 58 – sala 226. CEP: 25.020-010. Telefax: (21) 2671-2413.

Nova Iguaçu: Rua Dr. José Hipólito de Oliveira, 100 salas 211 e 212. CEP: 26.210-130. Telefax: (21) 2667-0363.

Sede Campestre: Estrada do Limoeiro, 285 – Limoeiro – Guapimirim, RJ.

Continue sócio

Mesmo demitido, você e seus dependentes não perdem direito aos benefícios que o sindicato oferece. Basta que continue a contribuir com a
mensalidade de sócio. O pagamento pode ser efetuado diretamente no Sindicato, nas Subsedes ou por boleto bancário, à sua escolha.