Denuncie

Companheira Costureira, Companheiro Alfaiate,

Sua denúncia é completamente anônima. Basta sabermos o nome e o tipo da empresa, o endereço e a(s) irregularidade(s) que existe(m) no seu trabalho.

Exemplos: más condições de trabalho (citar quais), desrespeito às leis trabalhistas, trabalho sem registro em carteira, carga horária abusiva, não pagamento de horas extras, banco de horas sem a aprovação do Sindicato, desrespeito à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) etc.

Veja aqui no menu Seus direitos um resumo do que você deve receber (salário, triênio, café da manhã etc) e confira se sua empresa está obedecendo a Convenção Coletiva de Trabalho.

O Sindicato vai apurar a situação, verificar a veracidade e, uma vez comprovada, denunciará a empresa ao Ministério Público e às autoridades fiscalizadoras competentes. Se a empresa se mostrar intransigente, não descartamos desencadear um movimento de protesto e luta na empresa, junto com os trabalhadores.

 

 

Quem somos

Este é o website oficial do Sindicato dos Oficiais Alfaiates, Costureiras e Trabalhadores nas Indústrias de Confecções de Roupas e de Chapéus de Senhoras dos Municípios do Rio de Janeiro, Duque de Caxias e Nova Iguaçu (SOAC). Somos a entidade de representação sindical dos trabalhadores em confecção, representando cerca de 50 mil empregados na base.
A data-base da categoria é 1º de junho e nossos direitos são regidos pelas leis federais, estaduais e municipais e pela Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) assinada entre nosso sindicato e o sindicato das empresas do setor.

Onde ficamos

SEDE

Rua Chaves Faria, 260/3º andar – São Cristóvão – Rio de Janeiro. CEP: 20.910-140. Telefax: (21) 2589-6430 / 2589-7621 e 3860-4910.

Horário de atendimento ao público: de 9h às 19h.

SUBSEDES

Duque de Caxias:
Av. Plínio Casado, 58 – sala 226. CEP: 25.020-010. Telefax: (21) 2671-2413.

Nova Iguaçu: Rua Dr. José Hipólito de Oliveira, 100 salas 211 e 212. CEP: 26.210-130. Telefax: (21) 2667-0363.

Sede Campestre: Estrada do Limoeiro, 285 – Limoeiro – Guapimirim, RJ.

Continue sócio

Mesmo demitido, você e seus dependentes não perdem direito aos benefícios que o sindicato oferece. Basta que continue a contribuir com a
mensalidade de sócio. O pagamento pode ser efetuado diretamente no Sindicato, nas Subsedes ou por boleto bancário, à sua escolha.